Páginas

quarta-feira, julho 27, 2011

Amores Relâmpagos de Metrô

(Insira aqui seu meio de transporte ou lugar favorito. Metrô, ônibus, elevador, escada rolante, livraria, fila do McDonalds..)

Você está feliz da vida sentado no metrô, lendo um livro super legal ou ouvindo uma musiquinha, quando de repente é surpreendido por uma imagem celestial. Uma pessoa linda, aquela que você sempre sonhou, entra pela porta, vem em sua direção e ali fica parado(a). É amor a primeira vista. O caminho parece que fica mais longo, o meio de transporte parece ficar mais lento, as pessoas falam e andam em slow motion. Ela entrou na sua casa, entrou na sua vida, mexeu com as suas estruturas e sarou todas as feridas.. (Não podia perder essa, desculpa..)

Uma música começa a tocar - Wouldn't It Be Nice - e um filme passa pela sua cabeça. Vocês conversam, vocês dançam, vocês dão risada, vocês saem, vocês andam de bicicleta no parque, vocês cantam no karaokê, vocês assistem filmes, vocês conversam mais,  vocês viajam, vocês tiram fotos na frente da Torre Eiffel, Estátua da Liberdade, letreiro de Hollywood e etc. Vocês fazem anjinhos na neve e até ficam jogando bolinhas um no outro. Vocês também tem até filhos juntos, duas criancinhas lindas e sorridentes que rolam com o cachorro no chão da sala. Vocês também são ricos, famosos, e muito felizes. Até que a música para e você consegue até ouvir o som do disco arranhando. A única voz que você ouve é: ‘Estação Santa Cecília, desembarque pelo lado direito do trem’, e a porta se abre. Você vê o seu amor indo embora, mas tudo bem, você só abaixa a cabeça e dorme ou volta para a leitura. E o melhor, ninguém se machucou, ninguém ficou triste e uma única sensação passa pela sua cabeça: ‘Foi legal enquanto durou. Cadê o próximo?' 

Ah, todo mundo já teve um amorzinho de metrô, vai.. 




4 comentários:

Anônimo disse...

Eu estava pensando em fazer um blog, escrever sobre meus pensamentos e pensei em um nome para ele: sem proposito.Digitei no google e achei seu blog.Gostei bastante, o meu seria parecido.Digo seria, pois apesar de querer falar sobre o que penso, nao gosto e nem sou boa na escrita.É muito dificil se expressar.Mas parabéns, você faz isso bem.Me senti no dever de comentar, como um estímulo, para que você continue escrevendo.Li um pouco de tudo que voce escreveu e concordo com muitas coisas. Boa sorte com o blog.

Anônimo disse...

concordo com o anonimo

Dione Walker disse...

Dificil pra quem se apaixona fácil igual eu, vou andar com aliança no bolso, vai que caso no metrô rsrs

Crazy M. disse...

interessante seu pensamento...rs...engraçado também essa coisa de "se apaixonar" do nada, pessoa estranha no metrô. pego o metrô todo o dia, vejo pessoas de todos os tipos e nunca cheguei a me "envolver" desta forma com alguém que mal conheço, embora eu tenha vontade de conhecer melhor muitas delas...enfim...tem um pouco a ver com meu pensamento de se aproximar mais de estranhos que parecem de longe que tem a ver comigo... sei lá...parabéns pelo blog :)